Novidades



Com Safra Praticamente Consolidada, Mt Confirma Recorde De R$ 94,5 Bilhões

A receita do campo, em Mato Grosso, está se consolidado recorde em 2019, ao apontar R$ 94,52 bilhões. A estimativa realizada pelo Ministério da Agricu...... [veja mais]

Frente De Parlamentares Sugere Trocar Tabela De Frete Por Planilha

Às vésperas do julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF) das três ações diretas de inconstitucionalidade contra a lei que criou os pisos mínimos do...... [veja mais]

Santa Catarina Poderá Restringir O Tráfego De Caminhões Para Aumentar O Turismo.

O estado de Santa Catarina está estudando uma série de restrições para veículos de cargas em algumas das suas principais rodovias, para aumentar o tur...... [veja mais]

Presidente Jair Bolsonaro Diz Que Radares Móveis Não Serão Mais Usados Nas Rodovias.

Durante a cerimônia de inauguração de 47 km da duplicação da BR 116 em Pelotas, no Rio Grande do Sul, nesta segunda-feira, o presidente Jair Bolsonaro...... [veja mais]

ARCOMAR - Associação dos Revendedores de Combustíveis!

Arcomar


ANTT decide não aplicar multas ao descumprimento do frete mínimo

A Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT) alterou a Resolução nº 5.833 que se refere a Política Nacional de Pisos Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas (Tabela de Frete). A medida que foi aprovada nesta última terça-feira, 30, encerra as multas aplicadas aos caminhoneiros que descumprirem a tabela ou denunciarem as empresas que não realizam o pagamento mínimo do frete.

Segundo a ANTT, o voto do relator do processo, diretor Marcelo Vinaud, foi decidido através de um diálogo junto a área de fiscalização da Agência, em que se notou a necessidade de revisar o artigo que trata das situações que constituem infrações e estabelecem multas.

“Uma vez que o desenho regulatório atual conduz à desmotivação por parte dos transportadores em realizar denúncias, à medida que lhes são aplicadas punições idênticas àquelas aplicadas aos embarcadores, percebeu-se uma baixa efetividade na atividade de fiscalização. Em decorrência dessa baixa efetividade, proveniente de fugas de rotas fiscalizadas e alterações de horários de viagens, esta diretoria propõe alterar a resolução…”, destacou a ANTT em comunicado.

Essa revisão foi estabelecida como parte do acordo entre o governo e os caminhoneiros autônomos para evitar uma nova paralisação nacional da categoria.

Se você ainda tem dúvidas, entre em contato com o setor jurídico do SETCESP (11) 2632-1005 | juridico@setcesp.org.br


SETCESP
03/05/2019